Pesquisa personalizada

Ouça Estudos da Bíblia Agora:

Postagens Populares:

Áudio Livro Caminho a Cristo:


Pesquisa personalizada

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Albinos são cruelmente mutilados e partes do corpo são usadas em "poções mágicas"

A comercialização de poções e talismãs feitos com braços e pernas de albinos nos últimos anos transformou uma antiga crença popular em um mercado de luxo sombrio na Tanzânia.
Crentes na “medicina” dos curandeiros, a elite local paga milhares de dólares pelos produtos que, para eles, podem curar doenças e trazer sorte e prosperidade. Por trás desse comércio macabro, há ainda mais sofrimento do que se imagina, explica Don Sawatzky, diretor da ONG Under The Same Sun (Todos Sob o Mesmo Sol, em tradução livre), pois a maioria das vítimas é mutilada com requintes de crueldade.
— A mutilação é feita com a pessoa viva porque existe a crença de que a intensidade dos gritos aumenta a eficiência da poção. Quanto mais dor e mais a vítima gritar, mais eficiente a poção ficará, eles creem. "Eles são apenas albinos", dizem algumas pessoas. Eles não os veem como seres humanos.
Sawatzky diz que ninguém conhece, ao certo, a origem da crença em porções e talismãs feitos com partes do corpo de albinos, mas sabe-se que ela é muito antiga e que teve início em rituais tribais africanos.
Desde 2007, no entanto, a ONG vem acompanhando um crescimento nos ataques desse tipo: criminosos decepam braços e pernas de pessoas com albinismo e os vendem diretamente para os consumidores ou para curandeiros que produzem as poções e talismãs.
— Grande parte da população tanzaniana, tanto do interior quanto das grandes cidades e com diversos níveis de educação, ainda acredita nesse mito. O problema ficou quando várias tribos que viviam isoladas tiveram contato com novas culturas e também se adequaram ao modelo de negócios global. O capitalismo pode explicar o aumento e a "produção em massa" desses considerados talismãs.
Para Sawatzky, as mutilações só não são ainda mais frequentes porque os valores dos membros são muitos altos e os compradores se restringem a uma pequena elite rica.
— O preço de uma única parte do corpo pode variar entre R$ 3.300 (US$ 1.000) e R$ 10 mil (US$ 3.000). Enquanto houver demanda, sempre haverá um mercenário ou outro feiticeiro com um facão nas mãos. Os consumidores são os únicos que mantêm essa demanda viva.
Assassinatos, mutilações, sequestros e outros crimes contra albinos já foram noticiados em 25 países africanos desde 2006 (veja mapa abaixo), quando a primeira morte foi registrada oficialmente na Tanzânia. De lá para cá, pelo menos 75 albinos foram mortos somente em território tanzaniano e 61 sobreviveram a mutilações. Muitas mulheres albinas também são vítimas de estupro, porque existe a crença de que ter relações sexuais com elas cura a Aids. Esses números podem ser ainda muito maiores, já que a maioria dos crimes acaba não sendo registrada.
Preconceito
Ainda que um albino não chegue a ser vítima de um ato de violência física, Sawatzky afirma que eles convivem diariamente com o preconceito.
— A verdade é que eles sofrem uma profunda discriminação e isolamento social em todos os níveis, seja na família, aldeia, na hora de receber educação, de conseguir emprego e até mesmo proteção. Muitos profissionais da saúde, por exemplo, têm medo de tocá-los por achar que eles são amaldiçoados.
O albinismo é uma condição genética, não contagiosa, que só acontece quando ambos os pais possuem o gene (mesmo que não sejam albinos) e o passam para o filho. A criança nasce com pouca pigmentação na pele e nos cabelos.
— É muito raro uma criança albina ser aceita plenamente. Muitas famílias escondem as crianças por vergonha, mas outras o fazem para protegê-las de ataques. É muito comum os pais esconderem os filhos com albinismo de estranhos.
Na América do Norte e na Europa, uma criança em cada 17 mil a 20 mil nasce albina. Já na Tanzânia esse número sobe para uma em cada 1.400. Estima-se que haja 33 mil albinos no país. Apesar da maior incidência da condição genética, o preconceito ainda é comum e começa desde cedo.
— A reação normal de uma família depois de dar à luz uma criança com albinismo é o choque. Na maioria dos casos, os pais abandonam as mães. Eles acreditam que a criança é uma maldição ou filha de um fantasma europeu. Em outros casos, a família participa do ataque contra a criança, para se livrar dela e ganhar dinheiro ao mesmo tempo.
A falta de instrução sobre a condição dos albinos é o principal fator que alimenta esse preconceito e o comércio de talismãs e poções, mas o desconhecimento vai muito além da África.
— Mesmo nos países "desenvolvidos", as pessoas sabem muito pouco sobre o albinismo. Eu desafio você a encontrar alguém que tenha estudado albinismo na escola, faculdade ou universidade. A maioria das pessoas não quer saber sobre os problemas associados à pele e à visão que os albinos podem ter.
O trabalho do governo para combater os ataques tem sido ineficiente, diz Sawatzky.
— É preciso oferecer mais proteção e fazer programas de educação para acabar com esses mitos, equívocos e receios na sociedade. Reintegração sem entendimento só irá recriar o problema. Demora várias gerações para acabar com a discriminação.
Fundada em 2008, a ONG Under The Same Sun atua na Tanzânia para levar educação e inclusão social às pessoas com albinismo. Apenas em 2014, 326 estudantes receberam apoio da ONG, sendo a maioria crianças do jardim de infância e 35 alunos de faculdade.

Fonte: R7

Nota: 

O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor. Romanos 13:10
A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei. Romanos 13:8
E à piedade o amor fraternal, e ao amor fraternal a caridade. 2 Pedro 1:7
E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. 1 João 4:16
Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. 1 João 4:8

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Papa viajará para Suécia para cerimônia de 500 anos da Reforma

O papa Francisco viajará para a cidade de Lund, na Suécia, no dia 31 de outubro para participar da cerimônia conjunta entre a Igreja Católica e a Federação Luterana Mundial para comemorar o 500° aniversário da Reforma Protestante.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, explicou que esta visita do papa é "um gesto de diálogo muito significativo".
Na comemoração na Suécia estarão presentes o presidente e secretário-geral da Federação Luterana Mundial, o bispo Munib A. Younan, e o secretário da mesma, o reverendo Martin Junge.
Segundo um comunicado conjunto das igrejas católica e luterana, a comemoração é um exemplo das "sólidas" relações e do diálogo, e incluirá uma "oração comum" que foi redigida por ambas as igrejas.
Na nota, Junge expressou que está "profundamente convencido de que trabalhando pela reconciliação entre luteranos e católicos, trabalhamos pela justiça, pela paz e pela reconciliação em um mundo marcado pelos conflitos e pela violência". [Fonte: G1]

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

A 'Igreja do Espaguete Voador' agora pode realizar casamentos oficialmente

Conhecidos como “pastafarianos”, os seguidores da ‘Igreja do Espaguete Voador’ têm causado bastante polêmica há algum tempo. O grupo, na realidade, surgiu como uma alternativa de explicação da existência humana e apresenta respostas surreais a perguntas existenciais comuns a todos nós.
Uma das religiões mais exóticas de todos os tempos foi criada em 2005, inicialmente como um jeito de protestar contra o ensino do Criacionismo (teoria a qual explica o surgimento do mundo a partir de Deus) que estava sendo imposto nas escolas do Kansas, nos EUA. No entanto, surpreendentemente a ideia se espalhou pelo mundo e agora a instituição macarrônica está a poucos passos de se tornar oficialmente uma religião na Nova Zelândia.
De acordo com nota da 'stuff.co.nz’, o grupo de fiéis do país entrou com um pedido de permissão para que casamentos oficiais fossem conduzidos dentro da nova igreja, em novembro, e obteve sucesso em registrar a união daqueles que são “pastafarianos” convictos.
Como forma de se diferenciarem, os membros costumam aparecer em documentos oficiais com escorredores de macarrão na cabeça. Outra curiosidade bastante interessante é que, nas festas de fim de ano, no lugar do Natal (cristão) ou Hanuká (judeu), por exemplo, eles comemoram o “Feriadão” e desejam um “bom feriado” apenas aos seus conhecidos.
A 'Igreja do Espaguete Voador’ rejeita quaisquer tipos de dogmas ou formalidades, e acredita que as comemorações têm que acontecer da forma como as pessoas bem entenderem. Apesar de muitos pensarem que não passa de uma brincadeira, o site do grupo explicita muito bem que prega por razões bastante sérias.
“Não é uma piada. Elementos de nossa religião são por vezes descrito como sátira e há muitos membros que não acreditam literalmente nossa escritura. Um monte de cristãos não acreditam que a Bíblia é literalmente verdade - mas isso não significa que eles não são verdadeiros cristãos. Se você disser que pastafarianos deve acreditar em um literal Monstro Espaguete para serem verdadeiros crentes, então você pode fazer um argumento semelhante para os cristãos. Há um monte de coisas bizarras na Bíblia que os cristãos racionais , optam por ignorar”, explica um texto oficial da instituição. [Fonte: Yahoo]

NOTA: Romanos Capítulo 01


quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

"A Torre do Silêncio": Uma das mais antigas formas de sepultamento

Enquanto enterrar corpos no solo é a mais comum das providências quando alguém morre hoje em dia, nem todo mundo concorda com esta forma de despedir-se dos entes queridos. Uma rápida pesquisa do passado nos permite identificar as diversas formas distintas de dar o último adeus, porém muitas delas foram praticamente exterminadas.
Em um dado momento da história, o Zoroastrismo era uma das religiões mais populares do mundo, sua existência data o século 7 a.C. Na crença destas pessoas, uma vez que alguém tivesse morrido, o corpo é possuído por uma entidade do mal chamada ‘nasu daeva’. Por isso, enterrar os corpos na verdade era visto como uma forma de “contaminação” da terra. Por isso, eles construíam as torres do silêncio.
Veja:







(Fonte: Yahoo)
Nota do Editor:
A ressurreição de Cristo
1Agora, irmãos, quero que lembrem do evangelho que eu anunciei a vocês, o qual vocês aceitaram e no qual continuam firmes. 2A mensagem que anunciei a vocês é o evangelho, por meio do qual vocês são salvos, se continuarem firmes nele. A não ser que não tenha adiantado nada vocês crerem nele.
3Eu passei para vocês o ensinamento que recebi e que é da mais alta importância: Cristo morreu pelos nossos pecados, como está escrito nas Escrituras Sagradas; 4ele foi sepultado e, no terceiro dia, foi ressuscitado, como está escrito nas Escrituras; 5e apareceu a Pedro e depois aos doze apóstolos. 6Depois apareceu, de uma só vez, a mais de quinhentos seguidores, dos quais a maior parte ainda vive, mas alguns já morreram. 7Em seguida apareceu a Tiago e, mais tarde, a todos os apóstolos.
8Por último, depois de todos, ele apareceu também a mim, como para alguém nascido fora de tempo. 9De fato, eu sou o menos importante dos apóstolos e até nem mereço ser chamado de apóstolo, pois persegui a Igreja de Deus. 10Mas pela graça de Deus sou o que sou, e a graça que ele me deu não ficou sem resultados. Pelo contrário, eu tenho trabalhado muito mais do que todos os outros apóstolos. No entanto não sou eu quem tem feito isso, e sim a graça de Deus que está comigo. 11Assim, não importa se a mensagem foi entregue por mim ou se foi entregue por eles; o importante é que foi isso que todos nós anunciamos, e foi nisso que vocês creram.
A nossa ressurreição
12Se a nossa mensagem é que Cristo foi ressuscitado, como é que alguns de vocês dizem que os mortos não vão ressuscitar? 13Se não existe a ressurreição de mortos, então quer dizer que Cristo não foi ressuscitado. 14E, se Cristo não foi ressuscitado, nós não temos nada para anunciar, e vocês não têm nada para crer. 15E mais ainda: nesse caso estaríamos mentindo contra Deus, porque afirmamos que ele ressuscitou Cristo. Mas, se é verdade que os mortos não são ressuscitados, então Deus não ressuscitou Cristo. 16Porque, se os mortos não são ressuscitados, Cristo também não foi ressuscitado. 17E, se Cristo não foi ressuscitado, a fé que vocês têm é uma ilusão, e vocês continuam perdidos nos seus pecados.18Se Cristo não ressuscitou, os que morreram crendo nele estão perdidos. 19Se a nossa esperança em Cristo só vale para esta vida, nós somos as pessoas mais infelizes deste mundo.
20Mas a verdade é que Cristo foi ressuscitado, e isso é a garantia de que os que estão mortos também serão ressuscitados. 21Porque, assim como por meio de um homem veio a morte, assim também por meio de um homem veio a ressurreição. 22Assim como, por estarem unidos com Adão, todos morrem, assim também, por estarem unidos com Cristo, todos ressuscitarão. 23Porém cada um será ressuscitado na sua vez: Cristo, o primeiro de todos; depois os que são de Cristo, quando ele vier; 24e então virá o fim. Cristo destruirá todos os governos espirituais, todas as autoridades e poderes e entregará o Reino a Deus, o Pai. 25Pois Cristo tem de reinar até que Deus faça com que ele domine todos os inimigos. 26O último inimigo que será destruído é a morte. 27As Escrituras Sagradas dizem: “Deus pôs todas as coisas debaixo do domínio dele.” É claro que dentro das palavras “todas as coisas” não está o próprio Deus, que põe tudo debaixo do domínio de Cristo. 28Mas, quando tudo for dominado por Cristo, então o próprio Cristo, que é o Filho, se colocará debaixo do domínio de Deus, que pôs todas as coisas debaixo do domínio dele. Então Deus reinará completamente sobre tudo.
29Pensem agora nas pessoas que são batizadas em favor dos mortos: o que é que elas esperam conseguir? Se os mortos não são ressuscitados, por que é que essas pessoas se batizam em favor deles? 30E, quanto a nós, por que é que nos colocamos em perigo a toda hora?31Irmãos, eu enfrento a morte todos os dias. Se afirmo isso, é pelo orgulho que tenho de vocês, pois estamos todos unidos com Cristo Jesus, o nosso Senhor. 32Aqui em Éfeso eu lutei contra inimigos como se lutasse contra animais selvagens. E, se fiz isso somente por interesses humanos, o que foi que eu consegui com isso? Se é verdade que os mortos não são ressuscitados, façamos o que diz o ditado: “Comamos e bebamos porque amanhã morreremos.” 33Não se enganem: “As más companhias estragam os bons costumes.” 34Comecem de novo a viver uma vida séria e direita e parem de pecar. Para fazer com que vocês fiquem envergonhados, eu digo o seguinte: alguns de vocês não conhecem a Deus.
A ressurreição do corpo
35Mas alguém perguntará: “Como é que os mortos são ressuscitados? Que tipo de corpo eles vão ter?” 36Seu tolo! Quando você semeia uma semente na terra, ela só brota se morrer. 37E o que foi semeado é apenas uma semente, talvez um grão de trigo ou outra semente qualquer e não o corpo já formado da planta que vai crescer. 38Deus dá a essa semente o corpo que ele quer e dá a cada semente um corpo próprio.
39E a carne dos seres vivos não é toda do mesmo tipo. Os seres humanos têm um tipo de carne; os animais, outro; os pássaros, outro; e os peixes, ainda outro.
40Há também corpos do céu e corpos da terra. Existe um tipo de beleza que pertence aos corpos celestes, e há outro que pertence aos corpos terrestres. 41O sol tem o seu próprio brilho; a lua, outro brilho; e as estrelas têm um brilho diferente. E mesmo as estrelas têm diferentes tipos de brilho.
42Pois será assim quando os mortos ressuscitarem. Quando o corpo é sepultado, é um corpo mortal; mas, quando for ressuscitado, será imortal. 43Quando ele é sepultado, é feio e fraco; mas, quando for ressuscitado, será bonito e forte. 44Quando é sepultado, é um corpo material; mas, quando for ressuscitado, será um corpo espiritual. É claro que, se existe um corpo material, então tem de haver também um corpo espiritual. 45Porque as Escrituras Sagradas dizem: “Adão, o primeiro homem, foi criado como ser vivo.” Mas o último Adão, Jesus Cristo, é o Espírito que dá vida. 46Não é o espiritual que vem primeiro, mas sim o material; depois é que vem o espiritual.47O primeiro homem foi feito do pó da terra; o segundo veio do céu. 48Os que pertencem à terra são como aquele que foi feito do pó da terra; os que pertencem ao céu são como aquele que veio do céu. 49Assim como somos parecidos com o homem feito do pó da terra, assim também seremos parecidos com o Homem do céu.
50Meus irmãos, o que eu quero dizer é isto: o que é feito de carne e de sangue não pode ter parte no Reino de Deus, e o que é mortal não pode ter a imortalidade.
51Escutem bem este segredo: nem todos vamos morrer, mas todos nós vamos ser transformados, num instante,52num abrir e fechar de olhos, quando tocar a última trombeta. Ela tocará, os mortos serão ressuscitados como seres imortais, e todos nós seremos transformados. 53Pois este corpo mortal precisa se vestir com o que é imortal; este corpo que vai morrer precisa se vestir com o que não pode morrer. 54Assim, quando este corpo mortal se vestir com o que é imortal, quando este corpo que morre se vestir com o que não pode morrer, então acontecerá o que as Escrituras Sagradas dizem:
“A morte está destruída!
A vitória é completa!”
55“Onde está, ó morte, a sua vitória?
Onde está, ó morte,
o seu poder de ferir?”
56O que dá à morte o poder de ferir é o pecado, e o que dá ao pecado o poder de ferir é a lei. 57Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo!
58Portanto, queridos irmãos, continuem fortes e firmes. Continuem ocupados no trabalho do Senhor, pois vocês sabem que todo o seu esforço nesse trabalho sempre traz proveito. I Coríntios 15

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Arábia Saudita: pena de morte para quem carregar Bíblia

A Arábia Saudita é o “berço” do Islamismo, tendo em Meca a cidade mais sagrada dessa religião. Já é proibido aos não muçulmanos entrar naquela cidade. De modo geral, a perseguição religiosa só aumenta. Não há igrejas conhecidas e a maioria dos cristãos naquela nação são imigrantes estrangeiros. Agora, o governo do país que já se diz regido pela lei sharia, anuncia modificações em uma lei sobre literatura. Isso poderá marcar o fim do cristianismo na região. O motivo é simples: está prevista pena capital para quem carregar Bíblias para dentro da Arábia. Ou seja, o que já era considerado contrabando, agora chega ao extremo. Não se pode comprar legalmente uma cópia das Escrituras por lá. A missão Heart Cry [Clamor do coração] divulgou em seu relatório mais recente que ao legislar sobre a importação de drogas ilegais, incluiu-se um artigo que aborda “todas as publicações de outras crenças religiosas não islâmicas e que tragam prejuízo”. Ou seja, na prática, entrar com uma Bíblia na Arábia Saudita será o mesmo que carregar cocaína ou heroína.

Segundo a lista publicada anualmente pelo Ministério Portas Abertas, em 2014 a Arábia Saudita figura como o 6º país que mais persegue cristãos. A conversão para outra religião já era proibida na Arábia Saudita, punida com a morte. Mesmo assim, existem relatos crescentes de que muçulmanos estão seguindo a Cristo após sonhos e visões.

O portal WND entrou em contato com a embaixada da Arábia Saudita para confirmar as mudanças na lei, mas a resposta oficial é que não haveria comentários. Por ser um importante parceiro comercial dos EUA, a Arábia raramente recebe cobertura negativa da imprensa.

O teólogo Joel Richardson, que tem escrito vários livros e produz documentários sobre o islamismo e o final dos tempos, afirmou: “Se os muçulmanos verdadeiramente tivessem confiança de que sua religião é verdadeira, não teriam medo de pessoas que leem a Bíblia.” [...]

Profecias do Livro de Daniel - Material Gratuito em PDF - Clique na Imagem para Baixar


Lição 02 – A Bíblia Ensina

Lição 02 – A Bíblia Ensina

Compartilhe:
Como você se sente quando alguém lhe envia uma carta ou um e-mail? A primeira sensação é a de que você é importante e alguém se interessa por você. Melhor ainda quando essa mensagem traz conselhos, palavras de carinho e boas notícias. É muito bom receber uma mensagem assim.
Você sabia que Deus escreveu uma mensagem especial para você? A Bíblia sagrada é a carta de Deus mostrando o interesse que Ele tem na sua vitória e felicidade. Uma carta tão grande e especial que se transformou em um livro.
Você encontra, em cada linha, em cada verso, um pouco do amor de Deus. Alguém que se preocupa com seus estudos, trabalho, família, vida pessoal, sentimentos e também suas necessidades espirituais. Alguém que está preocupado com cada momento da sua vida.
Neste livro você encontra uma emocionante história de amor de alguém que nos criou, preserva nossa vida, nos salvou e que seguramente vai voltar para nos buscar. Você tem a história de como tudo começou, e na última parte, como tudo vai terminar. No Velho Testamento você encontra a história do povo de Deus. Já o novo apresenta a história de Jesus, que é o próprio Deus. Você pode encontrar os conselhos bíblicos do livro de Provérbios e as palavras de ânimo do livro dos Salmos. É um livro poderoso e maravilhoso. E mais do que isso, ele tem transformado vidas.
Esse livro não contém a palavra de Deus. É isso mesmo, ele não contém, ele é a Palavra de Deus. Deus fala através dele, em todas as suas páginas. Você não pode ficar escolhendo uma parte dele e dizendo: “ah, esse texto aqui Deus falou. Ah, mas este outro aqui não”. É preciso entender tudo o que “A Bíblia Ensina” para que você receba todo o amor, toda a orientação e todo o poder de Deus.
ESTUDANDO A BÍBLIA
1. Quem inspirou os escritores bíblicos? ll Pedro 1:21
“Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.”

2. Com o que podemos comparar a Bíblia? Salmo 119:105
“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.”

4.O que a gente recebe quando estuda a Bíblia? II Timóteo 3:16
“Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça.”

5.Que outras bênçãos você recebe quando estuda a Bíblia? Romanos 15:4
“Porquanto, tudo que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que, pela constância e pela consolação provenientes das Escrituras, tenhamos esperança.”

6.Quanto tempo vai durar a Bíblia? Isaías 40:8
“Seca-se a erva, e murcha a flor; mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente.”

E AGORA?
Depois de conhecer a Palavra de Deus, Ele espera que você:
1. Leia a Bíblia cada dia. Deuteronômio 17:19
“E o terá consigo, e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer ao Senhor seu Deus, e a guardar todas as palavras desta lei, e estes estatutos, a fim de os cumprir.”

2. Pesquise as verdades que ela apresenta. João 5:39
“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim.”

3. Aceite suas orientações com alegria. Jeremias 15:16
“Acharam-se as tuas palavras, e eu as comi; e as tuas palavras eram para mim o gozo e alegria do meu coração; pois levo o teu nome, ó Senhor Deus dos exércitos.”

4. Pratique o que ela ensina. Apocalipse 1:3
“Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurados os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.”

Livro Gratuito em PDF - Baixe Agora!


Pesquisa personalizada

Filmes Sugeridos: